Os três fatores – O que determina o sexo do bebê

O que determina o sexo do bebê

Não importa o número de simpatias que você realizar, nem a hora da relação sexual, sua idade ou duração do ato. Para entender o que determina o sexo do bebê, basta recorrer às aulas de biologia do tempo da escola. São basicamente três fatores que definem o sexo do bebê: o tempo de encontro do espermatozóide com o óvulo e as características físico-químicas dos espermatozóides – X ou Y.

Isso porque a mulher contém somente o cromossomo X, enquanto o homem possui os dois: X e Y. O que determina se você vai engravidar de um menino ou de uma menina é a composição resultante dessa fecundação: se o espermatozóide que fecunda o óvulo é o X, você terá uma menina; mas se o gameta for masculino (ou seja, o Y), então você terá um menino.

Fatores que determinam o sexo do bebê

A ciência já evoluiu a passos largos no processo de definição do sexo do bebê antes da fecundação, entre as técnicas está a possibilidade de separar o cromossomo X do Y e inseminar o óvulo somente com o sexo desejado. No entanto, além do alto custo para realizar o procedimento, o método só é realizado em uma clínica nos EUA, sem previsões para aportar em terras tupiniquins. Outro processo, embora não garanta 100% de eficácia pode ser mais em conta para quem faz questão de definir o sexo do bebê: nesse caso os espermatozóides sofrem uma técnica de centrifugação, onde se observa aqueles que atingem a superfície do líquido da ejaculação – os primeiros a chegar geralmente são os Y, enquanto os que ficam embaixo são os de cromossomo X.

Embora não seja uma técnica científica, não se descarta a chance de definição do sexo do bebê ao observar o dia da relação sexual do casal. Isso é uma importante técnica sobre o que determina o sexo do bebê. Quando o ato ocorre no dia exato da ovulação, há maior probabilidade de o óvulo ser fecundado pelo gameta Y – que é mais rápido que o feminino. Para tentar engravidar de uma menina, portanto, o ideal é manter relações cerca de três dias antes da ovulação, pois o espermatozóide X permanece vivo por mais tempo.

O que determina o sexo do bebê – Crenças Populares

Alheios à ciência, mas apegados aos valores culturais que são fruto de vivências dos nossos antepassados, muitas pessoas ainda buscam soluções para definir o sexo do bebê nas crenças populares. Nesses casos, é importante considerar que nenhuma tática ou simpatia poderá garantir que você terá um menino ou uma menina, mas você pode tentar, quem sabe dá certo?

Algumas pessoas afirmam que se você somar sua idade ao número do mês em que deseja engravidar, o resultado pode revelar o sexo do seu bebê: se o número for ímpar será um menino, mas se for par, é menina.

Recorrer às orações ou consultas aos astros não prejudica em nada sua gravidez, muito menos a definição do gênero. Pelo contrário, muitos médicos recomendam a prática saudável da fé como forma de apoio e estruturação psicológica da futura mamãe. Isso por que muitas mulheres, na ânsia de engravidar, acabam provocando alterações hormonais que atrapalham o processo de fertilização.

Aliás, a comunidade científica prova que apenas os três fatores citados acima podem definir o sexo do bebê, mas não contraria experiências energéticas ou religiosas em casos de mulheres que conseguiram engravidar depois de tantos anos de tentativas frustradas. É tudo uma questão de bom senso.

Saiba como tentar escolher o sexo do seu bebê de forma eficaz através do livro  “Como Ter Um Bebê do Sexo Desejado”. Clique aqui e aprenda como escolher o sexo do seu bebê!