Na web

 

Como a alimentação influencia no sexo do bebê

Alimentação influencia no sexo do bebê

A forma como você se alimenta e os ingredientes que escolhe para o seu prato podem influenciar seu organismo por completo. Não apenas a saúde física, mas seu estado de espírito, capacidade mental e demais fatores são beneficiados com uma boa alimentação. E isso inclui até mesmo a definição do sexo do bebê. Explico: se você planeja ter um filho e tem preferência por um menino ou uma menina, veja como a alimentação influencia no sexo do bebê.

Veja com alimentação influencia no sexo do bebê – Dieta para engravidar de menina ou menino

Quem já teve filhos, está grávida ou quer engravidar sabe de cor e salteado o que se deve comer para que o bebê venha ao mundo vendendo saúde. Lanches e refeições priorizando muitas frutas, verduras e legumes, além de beber bastante água e fazer intervalos regulares entre as refeições são práticas obrigatórias na dieta de qualquer gestante. Mas quando a gravidez está ainda nos seus planos futuros e você quer muito saber como engravidar de uma filha ou de um filho, entenda que até mesmo os médicos já aceitam e recomendam algumas mudanças no cardápio antes e durante o período da ovulação.

Como engravidar de uma filha – A ciência ao seu favor

Cientistas holandeses acreditam que uma dieta rica em magnésio e cálcio, que pode incluir até mesmo queijo de cabra e legumes ensopados, aumenta considerávelmente as chances de uma mãe ter um bebê do sexo feminino. Os pesquisadores também concordam que alimentos como espinafre e brócolis influenciam no nascimento de meninas. Mas nada comprovado pela ciência ainda.

Mas se o seu sonho é ter um lindo garotinho, pesquisas também colocaram à prova alguns ingredientes que poderão auxiliar nesse processo. É o que revelam os estudos de alguns cientistas norte-americanos, indicando que se consuma refeições mais calóricas e nunca deixar de lado a primeira refeição do dia. Segundo eles, mulheres que não pulam o café da manhã têm mais chances de gerar um bebê do sexo masculino. Em outro estudo realizado no Reino Unido, novamente as calorias estão em alta, acompanhadas de cereais e grãos para aumentar as chances de conceber um menino.

Entretanto, sempre vale lembrar que é bom não exagerar, afinal de contas muito açúcar pode resultar em colesterol alto, além de poder resultar em diabetes gestacional.

Dicas nem tão científicas assim

As dicas relacionadas anteriormente foram testadas e aprovadas pelas comunidades científicas envolvidas nas experiências. De qualquer forma, basta lançar o assunto entre amigos para descobrir que todo mundo tem uma carta na manga: crenças populares criam diversas receitas “mágicas” que garantem que você conseguirá definir o sexo do seu bebê. Embora não sejam comprovadas, muitas dessas dicas podem ajudar, ou pelo menos fazer com que você adquira bons hábitos alimentares:

Segundo a crença popular, quem quiser ter um menino deve, na semana anterior à ovulação, ingerir alimentos leves como frutas, legumes, verduras e carnes brancas. Mas se a intenção da mulher for engravidar de uma menina, frutas cítricas e pratos temperados funcionam bem melhor. E depois de colocar em prática todas dicas e engravida, falta apenas fazer o  teste para saber o sexo do bebê.

Quer conhecer um pouco mais sobre dieta para engravidar de menina ou menino, acesse e leia o livro  “Como Ter Um Bebê do Sexo Desejado”. 

Deixe seu comentário!
 

8 Comentários em "Como a alimentação influencia no sexo do bebê"

Comente: